Sexta, 29 Janeiro 2016 22:39

Por que Ushuaia?

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)
Porto de Ushuaia Porto de Ushuaia Conhecer é Preciso

Por que Ushuaia? 14 à 18/01/2016.

Estou escrevendo este texto dentro do Casulo em frente ao Porto do Ushuaia, no Canal Beagle, lá fora está zero graus com vento cortante, que diminui com a sensação térmica para abaixo de zero. Minha “Lizinha” depois de fazer o diário de bordo, já dorme, na agradável temperatura produzida pelo aquecedor a diesel. 

São 22:31h, daqui de dentro observo as primeiras luzes dos navios e as últimas luzes do dia que ainda teimam em deixar o astro rei ir clarear outro lado da terra, o Oriente. 

Registro com as lentes da Canon o crepúsculo que torna esse dia inesquecível! O anoitecer à margem do sul do Atlântico, onde as gélidas águas da Antártida faz a ponte de travessia para o outro oceano, o Pacífico.

Ao lado da nossa “casa rodante” como gostam de hablar por aqui, são nossos vizinhos, suíços, canadense, franceses, e argentinos, todos levando suas inquietudes de explorar seus sonhos com a “casilla en la espalda”, para a viagem ser mais confortável e prazeirosa. A língua de comunicação é o brilho nos olhos, confiança no coração aberto e a mente ávida pela troca de informações dos lugares não percorridos. O sorriso, a gentileza e o mapa é a linguagem universal do motorhomeiro!

Aqui conhecemos o final da Ruta 3 com seus 3.079 km a contar do marco zero no obelisco em Buenos Aires, na Plaza de Mayo. O Parque Nacional Tierra del Fuego com seus belíssimos lagos e montes com picos nevados. 

O inusitado Correio Postal argentino no famoso Canal Beagle, na Ensenada Zaratiegui, no Puerto Guarani onde os sonhadores, que levam suas aventuras a cabo, enviamos correspondências aos nossos, dando notícias do feito realizado. Carimbamos o passaporte com o “sielo del fin del mundo” e trazemos como prova inconteste o DNA do carteiro, Carlos, visto que a cola do famoso selo é com sua própria saliva. 

Dormimos a margem do rio Zapataia e do Lago Roca, fotografamos enrolados na bandeira do Brasil na placa de madeira que testemunha o final da Ruta 3, onde acaba a estrada do continente, de acá a delante solamente caminando o del barco.  

Conhecemos a história e visitamos o presídio penal que deu origem a cidade de Ushuaia, hoje abriga vários museus e exposição de arte, que contam a história local. Caminhamos pelas ruas e avenidas da cidade, fizemos compras em supermercado e desfrutamos das belezas da cidade, tal qual, qualquer um dos locais.

Ao longo da Ruta 3 e da maior da Ruta Nacional (RN) argentina a Ruta 40, um orgulho para quem já a fez de norte a sul, os 5.500km. Encontramos pessoas caminhando com mochila nas costas, pedindo carona; ciclistas; pessoas dirigindo os mais variados tipos de automóvel; motorhomes; camionetas e motoqueiros; todos realizando um sonho que nasce não se sabe quando, apenas que existe e precisa ser realizado por isso estamos todos nas estradas, sendo companheiros nessa caminhada que antes de tudo é pessoal. Feliz aquele que tem uma companheira que compartilha do mesmo sonho, como eu! 

Por que Ushuaia? Porque é onde o sonho me levou até agora, daqui pra frente não sei. Será? 

Já foi dito que Ushuaia é o ponto mais ao sul do continente onde se toma impulso para ir mais longe nas Américas e nos sonhos!

São 23:40h, o astro rei definitivamente já está encantando o Oriente, agora só resta nas águas os reflexos das luzes das embarcações e alguns valentes transeuntes que insistem em curtir a gelada noite da Tierra del Fuego, Ushuaia!

Que a Graça de Deus se renove no novo dia. 

Boa noite e feliz sono e sonhos!

 
Lido 5418 vezes Última modificação em Terça, 02 Maio 2017 11:23

Fotos